Saiba como receber este incentivo!

SISTEMA DE INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO E AO EMPREGO

Apoia Emprego, Marketing, Obras, Equipamento, Informática


30% a 60% de Apoio a Fundo Perdido

Abertura prevista para o TERCEIRO trimestre de 2019

O que é:

É um programa de apoio à criação ou expansão de micro e pequenas empresas que financia investimentos e postos de trabalho. Este programa destina-se a apoiar os pequenos negócios que até agora, não tinham dimensão ou intensidade tecnológica para serem apoiados pelo Portugal 2020. 
Se o seu investimento está relacionado com Turismo no Interior, veja o artigo relativo à Valorização Turística do Interior
Se o seu investimento está relacionado com atividades ligadas ao mar ou em zonas Turísticas Marítimas, veja o artigo relativo ao MAR 2020

A quem se destina:

O aviso aberto destina-se a Micro e Pequenas Empresas. Serve tanto para a criação de empresas como para a sua expansão ou modernização. Os Investimentos podem ser até 100.000€ nos DLBC – Desenvolvimento Local de Base Comunitária, ou 235.000€ nas CIM – Comunidade Inter Municipal, conforme aviso a abrir.

O que apoia:

  • Custos de aquisição de Máquinas;
  • Material circulante relacionado com o exercício da actividade que seja imprescindível à execução da operação;
  • Equipamentos de Informática;
  • Participação em feiras e exposições no estrangeiro para promoção da marca;
  • Planos de Marketing;
  • Obras de remodelação ou adaptação, bem como os serviços de arquitetura e engenheira.
  • A criação do seu próprio emprego ou a criação Líquida de Postos de Trabalho, para:
    • Desempregados inscritos à mais de 6 meses no IEFP
    • Jovens com menos de 30 anos à procura do primeiro emprego inscritos no IEFP.

 

Forma de Apoio:

Subsídio entre 30% a 60% do Investimento a fundo perdido. Apoio por posto de trabalho criado até 15 meses (ou 18 meses) para territórios de baixa densidade. Limite por mês: 1 IAS (421,32€). Este prazo pode ser alargado por mais 3 meses caso enquadrado nas Estratégias de Desenvolvimento Local de Base Comunitária.
O projecto deve contribuir para a criação líquida de emprego.
São elegíveis as despesas realizadas após a data da candidatura e que respeitem o período máximo de execução previsto (18 meses).

Excluem-se:

  • O setor da pesca e da agricultura;
  • O setor da produção agrícola primária e florestas;
  • Entidades Financeiras e de seguros;
  • Defesa;
  • Lotarias e outros jogos de aposta.

 

Abertura Prevista:

O presente post tem por base os avisos anteriores para a mesma linha, tendo sido a data prevista de abertura retirada do plano previsional de avisos para 2019.
Os detalhes específicos do aviso apenas poderão ser conhecidos após a sua publicação pelo P2020, podendo portanto existir diferenças em relação ao atrás exposto.

[Consulte o Plano Previsional 2019 – AQUI]

OS NOSSOS SERVIÇOS:

Enquadramento da Pré-Candidatura

Instruction or Submission of Application

Acompanhamento na Contratualização

Apoio Técnico à Implementação

Enquadramento
da Pré-Candidatura

Instrução ou Submissão da Candidatura

Acompanhamento na Contratualização

Apoio Técnico à
Implementação